Mea Culpa

Num dos anteriores posts critiquei a falta de intervenção do Presidente da República neste assalto perpetrado pelo Governo. Pois bem, venho aqui publicamente desculpar-me. Li, entretanto, a intervenção de Cavaco Silva que resolveu dizer “chega!”. Um bem-haja. Contudo, não queria deixar isto passar sem colocar aqui um excerto da crónica de Miguel Sousa Tavares no Expresso de hoje:

“E que a mudança de mentalidade é condição primeira para um dia controlarmos o “monstro” foi esta semana exuberantemente exemplificado pelo pai do próprio, o professor de Finanças Públicas Aníbal Cavaco Silva. Ele, que, numa década irrepetível de abundância de dinheiros europeus, conseguiu governar com défices de 6 e 7%, ele que acrescentou funcionários públicos e tornou a Segurança Social insustentável, veio agora revoltar-se contra o governo que ajudou a instalar, porque ousaram tocar na sua pensão de funcionário público e na da sua mulher. A reacção epidérmica de Cavaco Silva é todo um tratado sobre esse mal de que padecemos há séculos: até um professor de Finanças se recusa a entender que, quando o Estado não tem dinheiro, não pode pagar.”


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: